ÚLTIMAS...

 

19/11/2015 - Entrevista com Barata Cichetto para o portal EOL, Expressão On Line, pelo Jornalista Matheus Narciso, sobre a Editor'A Barata Artesanal.

 

A Editora artesanal

 
A Editor'A Barata, nasceu oficialmente dia 20 de Outubro de 2010, não por acaso, Dia do Poeta. Sua criação foi a partir da necessidade de seu criador em editar seus livros de uma forma barata e independente. Cansado do tratamento mercantilista das editoras e editores, que tratam a publicação de um livro apenas como um produto qualquer, Barata Cichetto decidiu arregaçar as mangas e partir para a impressão artesanal de seus próprios livros. Depois de muita pesquisa e ensaios, chegou a uma forma de encadernação artesanal totalmente caseira e independente e passou a editar e distribuir seus livros.

Um livro artesanal é algo que tem um valor artístico inigualável, pois cada exemplar é único. Inclusive uma das características da Editor'A Barata é que todos os exemplares são numerados, podendo assim o autor ter o total controle de sua obra. LEIA MAIS!
 

O Editor-artesão

 
Barata, nascido Luiz Carlos, Cichetto nasceu em 1958, é poeta, escritor, letrista, artesão e desenvolvedor de sites. Escreve desde os 12 anos de idade. Durante a década de 1970 publicou na chamada Imprensa Nanica. No ano de 1981, editou o livro de poesias "Arquíloco". Em 1998, criou o projeto cultural “A Barata” com o lema “Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade”. De 2001 a 2005 organizou inúmeros eventos de Rock. Como letrista foi autor de “Sangue de Barata” que venceu o Festival Rock na Net em 2007. Como escritor e poeta, teve texto publicado no Jornal do Brasil e recebeu menção honrosa em concurso literário publicado na coletânea "Elos e Anelos". Tem mais de 500 poesias e 1.000 crônicas e ensaios publicados em diversos sites e blogs. Atualmente também produz e apresenta o programas sobre Rock e Poesia em Webradios. Em 2010 compôs o libreto de uma Opera Rock chamada "Vitória, ou A Filha de Adão e Eva", que está sendo musicada pelo músico e filósofo Amyr Cantúsio Jr.