A EDITORA E O ARTESÃO!

ÚLTIMOS TRABALHOS

  L'Intervista Perduta. Un Lennon Inedito
  Alex Schiavi
-----------------------------------------------------------------------------

  A Pantera e o Inominável
  Joanna Franko e Inominável Ser
-----------------------------------------------------------------------------

A Editora artesanal

 
 
A Editor'A Barata, nasceu oficialmente dia 20 de Outubro de 2010, não por acaso, Dia do Poeta. Sua criação foi a partir da necessidade de seu criador em editar seus livros de uma forma barata e independente. Cansado do tratamento mercantilista das editoras e editores, que tratam a publicação de um livro apenas como um produto qualquer, Barata Cichetto decidiu arregaçar as mangas e partir para a impressão artesanal de seus próprios livros. Depois de muita pesquisa e ensaios, chegou a uma forma de encadernação artesanal totalmente caseira e independente e passou a editar e distribuir seus livros.

Um livro artesanal é algo que tem um valor artístico inigualável, pois cada exemplar é único. Inclusive uma das características da Editor'A Barata é que todos os exemplares são numerados, podendo assim o autor ter o total controle de sua obra.

Outro diferencial importante é que, apesar de muito propalada a edição em pequenas tiragens é um tanto relegada. As editoras comuns falam em pequenas tiragens mas, ou trabalham na casa acima de 1.000 exemplares, ou cobram valores abusivos e exorbitantes, fora do alcance de autores iniciantes e sem muito dinheiro. E este é o nosso principal fator: todos podem ter seus livros impressos em tiragens a partir de 10 exemplares.

O digníssimo novo autor, desses cujo único alento é ter seus textos publicados em um blog na Internet, mas que dentro dos esquemas tradicionais jamais teria uma oportunidade, agora tem. Se queres imprimir 10 exemplares de suas poesias para mostrar e dar de presente a amigos e familiares, agora é sua chance.

Luiz Carlos "Barata" Cichetto

20 de Outubro de 2010, dia do Poeta e data de nascimento da Editor'A Barata Artesanal.
 
 

O Editor-artesão

 
Luiz Carlos “Barata” Cichetto nasceu em 1958 e desde meados dos anos 1970, quando ainda adolescente, começou a escrever poemas, crônicas e contos. De lá para cá tem mais de 1.000 poemas escritos, além de cerca de 3.000 crônicas e contos.

Em 1997, na ainda emergente Internet no Brasil, criou A Barata, site voltado a divulgação de Cultura Rock com o slogan: “Liberdade de Expressão e Expressão e Expressão de Liberdade”, referência obrigatória, principalmente no meio “underground”, que foi pioneiro na publicação de trabalhos de escritores, além de criar e publicar sites gratuitos para bandas de Rock, antes mesmo do My Space.

Entre 2001 e 2005 produziu eventos culturais reunindo Arte, Poesia e Rock, em eventos denominados "Fest'A Barata" e "Vinho, Poesia & Rock'n'Roll". Entre 2002 e 2005 foi manager da banda Patrulha do Espaço, sendo criador do conceito e arte do disco ".ComPacto", de 2003. Em 2013 voltou a produzir eventos com o nome de "Rock In Poetry".

Em 2007, o poema “Sangue de Barata”, interpretada pela banda Tublues, venceu o Festival Rock na Net. Em 2010 escreveu "Vitória ou A Filha de Adão e Eva", uma Opera Rock, com a parte musical a cargo de um dos maiores expoentes do Rock Progressivo no Brasil, Amyr Cantusio Jr.

No mesmo ano criou a "Editor'A Barata Artesanal", pela qual publicou quase todos seus livros, além de dezenas de títulos de outros autores, inclusive do exterior.

Desde 1977 produz revistas independentes impressas, como a Revist'A Barata (2000 a 2004) e a Revista-Zine "Versus" (2012), e digitais, como a extinta "PI2 - Politicamente Incorreto Ao Quadrado", e a impressa em regime semi-artesanal Gatos & Alfaces, lançada em 2014.

Apesar de considerar a Poesia como sua maior expressão de Arte, editou e lançou também livros de prosa. Em 2012, "Barata; Sexo, Poesia e Rock'n'Roll - Uma Autobiografia Não Autorizada" , uma auto-ficção. Posteriormente vieram livros de crônicas e ensaios, contos. Ainda em 2015 pretende lançar seu primeiro romance "Jorro".

Desde 2008 atua também na produção e apresentação de programas de rádio, sendo que em 2011 criou KFK Webradio, Desde 2013 apresenta o programa "Barata Sem Eira Nem Beira", pela Stayrock Brazil". Também escreve e publica resenhas sobre música em sites e blogs, de Rock.

Além desses trabalhos como escritor e editor, também é artesão e trabalhou como office boy, auxiliar, projetista de brinquedos e analista de qualidade. atualmente. Desde 1997, atua com criação de websites para Internet , tendo desenvolvido mais de 500 websites para empresas e artistas.

Em 2012 foi premiado no concurso cultural “Mini Drama”, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, e em 2013 lançou pela Editora Multifoco, o livro “Cohena Vive!”.

Seus últimos trabalhos foram a composição de "Seren Goch: 2332", também musicado por Amyr Cantusio Jr., e os livros de Poesia: "Falo" e "Troco Poesia Por Dinamite". Ainda em 2016, dois de seus poemas musicados farão parte do CD da banda de "Black Metal" Psychotic Eyes.